Fique por dentro das principais fraudes online e suas causas – ESHIELDBR

Fique por dentro das principais fraudes online e suas causas

A fraude é uma realidade que faz parte de quem tem um negócio, sendo um grande pesadelo para quem trabalha no varejo eletrônico, não teríamos fraude no e-commerce se não houvessem milhares de números de cartão nas mãos dos criminosos. A principal fonte infelizmente são os lojistas pois a responsabilidade é de quem captura e manipula os dados, ou seja, quem recebe em primeira mão do comprador e os usa no processamento do pagamento, esta banalização da entrega de dados cadastrais é uma das razões para esse tipo de crime. Não são poucas as lojas onlines que já sofreram alguma fraude e não se atentam à importância de ter um certificado digital para autenticar a identidade do servidor acessado, criptografando dados trafegados nas áreas de compras e oferecendo assim maior credibilidade ao cliente.

É evidente que o descuido nessa área costuma resultar em chargeback, ações judiciais de reparação de danos, além de uma “mancha” na imagem da loja que é difícil de apagar. Este post vai tratar dos principais fatores que contribuem para essas fraudes, sabendo que  a maiores causas para isso é a dificuldade das empresas em autenticar os clientes e a facilidade de conseguir números de cartões de crédito.

Dentre as ameaças mais comuns estão:

  • Falsidade ideológica/estelionato – Trata-se da mais clássica fraude no e-commerce nacional. Diz respeito às formas de conseguir dados, como de cartão de crédito, senhas bancárias e outras informações pessoas de terceiros para consolidar uma compra em nome de outro.
  • Autofraude –             Aqui, em vez de ter um terceiro se passando pelo titular do cartão, é o próprio dono do cartão que efetua a fraude ao adquirir produtos em uma loja virtual e, após recebê-los, alegar que não pediu a mercadoria, solicitando assim o chargeback. Fraude tão comum quanto difícil de ser comprovada. Por isso é sempre importante utilizar dispositivos como geolocalização para compreender de onde partiu a aquisição.
  • Fraude de afiliada – Ação fraudulenta gerada no sistema de tracking dos programas de afiliados. Para criar cenários irreais e estimular empresas a pagarem comissões indevidas. Essa técnica de fraude tem crescido muito nos últimos anos.
  • Lavagem de dinheiro – Trata-se de aplicar recursos oriundos de atividades criminosas para transformá-los em ativos legais, gerando lucro “limpo” por meio de dinheiro “sujo”. O uso de métodos alternativos de pagamento (como o Bitcoin) e a realização de compras simuladas em lojas online de fachadas estão entre as técnicas mais comuns desses criminosos.

Além dessas citadas, várias outras ainda são vistas com frequência nesse meio, tais como SQL Injection (SQLi), linguagem de programação utilizada para ter acesso a base de informações de um site; Pharming, técnica de engenharia social que objetiva atrair usuários a sites falsos; Botnets. também chamados de rede de robôs são redes privadas infectadas por um malware de acesso remoto e dentre tantas outras estratégias existentes para cometer ações fraudulentas . Por isso é necessário  ter sistemas de monitoramento de tráfego, firewall gerenciado. E sobretudo, certificado SSL na sua página para se defender dos diversos ataques possíveis.

Lembre-se, autenticar é importante, pois implica em confiar uma instituição que garante a identidade daquela pessoa. Evite também de coletar número de cartão em seu site ou armazená-lo em seu banco de dados, você pode usar um gateway com uma página de pagamento customizada, que fica sob responsabilidade dele, mas com a interface da sua loja. Há soluções de checkout transparentes e algumas outras que a EshieldBR pode apresentar a você e nunca se esqueça de que não há como verificar quem está do outro lado, por isso esteja sempre preparado com o que pode surgir, conferindo nossas ferramentas de segurança

Saiba mais em nosso site: https://www.eshieldbr.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *